InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 KANE, Melville

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Melville Kane

avatar

Peixes Macaco
Idade : 49
Ocupação : CEO do Grupo Kane
Localização : Hayman Island, Austrália
Player : Fabrízio
Mensagens : 479

MensagemAssunto: KANE, Melville   1/7/2015, 17:55


  • DADOS BÁSICOS

Player: Fabrízio

Nome completo: Melville Kane
Apelido: Mel
Data de Nascimento: 28 de Fevereiro de 1968
Local de Nascimento: Hayman Island, Queensland, Austrália.

Idiomas: Inglês, francês e mandarim.
Sexualidade: Heterossexual
Relacionamento: Casado


  • VIDA

Viveu longe da família boa parte da sua vida estudando no internato Columba Catholic College, em Charters Towers. Indo para casa apenas nas férias e feriados. No secundário entrou para o time de rugby, o que tornou uma paixão particular. Era um aluno exemplar, indo principalmente bem nas matérias de exatas, embora escrevia com perfeição e um vasto vocabulário.

Quando tinha 15 anos, namorou a filha do diretor, Madeline Martin, uma linda garota ruiva de muitas sardas. Foram três anos de namoro sério, na qual perderam a virgindade junto, ambas as famílias foram apresentadas, e até falavam em casamento apesar da idade.

Mas durante o namoro, ele "traiu" a namorada de uma forma nada convencional, com a irmã. Não foi nada muito ousado, à não ser por serem irmãos. Na festa de reveillon a bordo do "Lady Lulu", Melville tirou Tamra da festa após perceber que estava bêbada. Na cabine deles, tomaram banho juntos, se viram nus, e até ensaiaram um beijo, terminando com ela o masturbando. Depois disso, ficaram um tempo estranhando, até voltar ao normal.

Porém, quando terminaram a escola, a vida universitária mandaram para lugares distintos, ele foi fazer Administração na Saïd Business School, o departamento de negócios da Oxford, no Reino Unido. E ela ficou no país mesmo fazendo Marketing na Universidade Católica da Austrália. Terminaram assim que cada um foi para um lado, e nunca mais se viram.

Quando voltou, seu pai já deu um cargo dentro da empresa como assistente de venda da Kane Alumina Limited (KALtd). Durante anos foi passando por todas as empresas em cargos cada vez maiores: diretor de planejamento da Kane Sheep Station (KASS), e Gerente Geral dos Kane Resorts. Atualmente é CEO do Grupo Kane como todo, e um dos membros majoritários do conselho dos acionistas.

Para isso foi aperfeiçoando, fazendo MBA na Macquarie Graduate School of Management, além de vários cursos de especialização econômica e financeira, aprendeu francês e mandarim, pretendo brevemente começar aprender alemão. É um leitor voraz de livros de estratégia, como "Arte da Guerra para Capitalistas" e "Zero to One", citando os frequentemente. Conhece tradições e etiquetas de todos os países que faz negócio como Japão e Brasil.

Ao mesmo tempo que crescia nas empresas, também começou formar uma família. Conheceu...
Com ela teve três filhas: as gêmeas Madison e Madonna, e a caçula Marcella.  

Brigou com o pai em 2007, quando ele fez de tudo para que ele se candidata-se representante do parlamento, mas argumentou que isso tirava o foco do desenvolvimento da empresa. Brigaram pois Rupert acreditava no poder e status dos Kane como um todo, enquanto Melville queria apenas o crescimento econômico do Grupo Kane. Desde então brigaram várias vezes, e Rupert como um velho birrento discorda de todas as iniciativas que o filho toma nas reuniões do conselho. Mel desejava fazer um acordo com sócios de Dubai para abrir um resort no Emirados Árabes, e Rupert falou que não confiava nos porcos islâmicos.  O patriarca opinava até na forma como o filho cuidava de suas netas, achando um absurdo não interferir nos namoros e escolher maridos apropriados para elas, a resposta foi "não vivo no século XIX, velho".

No entanto, tem uma ótima ligação com a mãe na qual ambos possuem uma amizade escondida de Rupert. recentemente, prometeu a mãe que ajudaria diretamente na criação do Museu de Arte que ela tanto sonhava.

Dois anos atrás, numa reunião com o Australian Aluminium Council, uma associação industrial de empresas de minas de bauxita e refinadores de alumínio, descobriu que atual diretora executiva era sua ex-namora da tempo de escola, embora agora casada com um americano. Madeline Sanders tinha duas filhas e vivia entre uma mansão em Darwin, Northern Territory e uma fazenda em Nebraska, nos EUA.

Melville levou a família para passar quinze dias na luxuosa fazenda. Um dia quando estava cavalgando pelas terras da fazenda, recebeu a companhia da filha de Madeline, Abigail, uma jovem de 19 anos que puxou as sardas da mãe. E foi a primeira vez que Melville traiu a esposa.  Quando voltou comprou comprou um colar de diamantes de 600 mil dólares australianos e deu de presente para esposa, sem nenhum motivo, embora ela não tenha desconfiado.  Ele não repetiu o ato, embora em suas fantasias não falta vontade.


  • FAMÍLIA E RELACIONAMENTOS


FILHAS:

Fez questão de mandar todas as filhas para estudar na mesma escola que ele estudou: Columba Catholic College, em Charters Towers. Sendo um internato, ele viu pouco as filhas durante boa parte da infância e adolescência delas. Mesmo nas ferias delas, as vezes, ele viajava à negócios.


Madonna - (1989) É seu problema, mas sabe que é só uma fase. Quando pequena a filha era mais apagada, era quietinha diante da irmã gêmea que se destacava mais, ou até mesmo da personalidade marcante da caçula. Porém, ela teve uma fase rebelde na adolescência, aos 16 anos, não participou da viagem no iate da família, foi pega fumando pela mãe, e descobriam que fez uma tatuagem. O pior foi quando num almoço de família num domingo das férias escolares, ela apareceu com uma menina, disse que tava namorado-a e beijou diante de todos Rupert chegou ameaçar Melvill que o tiraria das empresas, já que não conseguia controlar sua família como iria controlar o Grupo Kane. Por isso, Madonna foi a única filha que não ganhou carro de aniversário.

Seu apelido dado pelo pai é Donna Bear


Madison - (1989) É sua queridinha, e a que se dá melhor. De todas as filhas é a que tem menos problemas pessoais, já que ela é comportada, sabe agir de uma forma correta e respeitosa. Apesar de saber que é a mais avoada de todas. "Ela é artista", como refere-se a filha aos outros, já que ela gosta de ficar desenhando e costurando vestidos. Apesar de não falar abertamente, já que isso seria concordar com o pai, sabe que ela se ajeitará quando casar, e tem certeza que será uma boa esposa.

Em 2006, uma  faxineira tailandesa da casa roubou um par de brincos de diamante e prata que tinha dado à filha no aniversário de 16 anos. Furioso, Mel demitiu a mulher, tirando o seu visto de trabalho, a fazendo voltar para Bancock.  Ele não sabe da relação que a filha tem com o cunhado, Graham Colbourne.

Seu apelido dado pelo pai é Mad Bunny


Marcella - (1991) É sua preocupação, mas sabe que é mais parecida com ele. Ela impetuosa, fala o que pensa, já tiveram incontáveis brigas desde que ela é pequena. Sendo a única que já puniu fisicamente, dando um tapa na cara dela quando tinha 12 anos, após receber uma carta da escola que ela desrespeitava o professor de religião. No entanto, ficou orgulhoso com MBA dela, e está feliz em tê-la na empresa dele, deixando ela gerir o resort da ilha.

Em 2010, Melville decidiu que queria aprender pilotar aviões, muitos acharam um hobby estranho, mas Marcella apoiou. Por isso, foi a primeira que voou com ele assim que tirou a licença de piloto. Mel incentiva que Marcella aprenda também, e está empolgado em ser um dos que dê lições à ela.

Seu apelido dado pelo pai é Cella Tiger


IRMÃOS:


Tamra Kane - (1969) Ela é sua sina e seu segredo. Ela foi a primeira garota que viu nua, a primeira que o masturbou. Ele nunca imaginaria que sentira tanto tesão pela irmã como começou sentir depois daquela festa de fim de ano de 84. Dois anos depois treparam, e continuaram se encontrando por mais dois anos. Talvez tivessem continuado com essa situação incestuosa se não fosse Katrina. Voltaram ficar juntos apenas muitos anos depois. E agora encontram-se sexualmente de vez em quando. Mel sente que é errado, e fica com sentimento de culpa toda vez, mas Tamra desperta um desejo que só é comparável com Katrina.

Iwan Kane - (1976)


CUNHADOS:


Graham Colbourne - (1961) Casado com Tamra, sente um pouco de ciúmes da relação dele com sua irmã. Assim como  desconfia de toda a falsidade que o cunhado tem com seu pai, achando um gigantesco e forçado puxa-saco. Por isso nunca se deram bem, descontava essa rivalidade sempre que possível, na relações dentro do trabalho até nos quesitos da família.

No trabalho, odiou quando Rupert colocou Graham como diretor de operações (COO) do Grupo Kane, O que é problemático pois qualquer livro de negócios dirá que a principal força entre um CEO e COO é a confiança, algo que não existe entre os dois. Mesmo assim, tentam superar isso, principalmente na presença do patriarca nas reuniões da empresa.

Na família, Melville é meio hipócrita,  acusando Graham de não cuidar bem das filhas. Chegaram à ter uma enorme brigar, após o aniversário de 12 anos de Willa em 2005, na qual ela apareceu de terno na própria festa. Achando um absurdom, Mel foi tirar satisfações com Graham, acusações foram feitas, quase partindo para violência física caso não fossem apartados. Chegaram ficar um longo tempo sem conversar depois disso.

Melville não desconfia, mas ficará furioso caso descubra que Graham e sua filha Madison tem um relacionamento sexual à dez anos. Mesmo que seja hipócrita já que ele mesmo transa com a mulher dele.


Teresa Maria Margarida Castañeda Kane - (1972) A conheceu quando era secretária de Iwan, naquele tempo percebeu que os dois já estavam juntos, mas achava que era só um lance sexual já que Iwan estava com uma noiva. Ficou surpreso quando ela apareceu grávida, e como ele, a história repetiu: mais um Kane casara com uma noiva grávida. A diferença é que enquanto a dele era uma mulher de família nobre, a de Iwan era uma latina funcionária. Talvez isso ajudou ainda mais ele como primogênito aumentar a graça ainda mais de Rupert (mesmo que isso só iria durar alguns anos).

De qualquer forma, Mel gostou muito de Teresa. Era uma mulher esperta e decidida, mesmo que algumas vezes era explosiva. Percebeu que gostava bastante do irmão, que apesar da rivalidade, se preocupava. Eles se dão bem, mas não são amigos, apenas respeitam entre si. E como se dá melhor com ela do que com irmão, toda a parte da família ele trata diretamente com ela.


SOBRINHAS:


Misty Kane - (1991) Gosta bastante da sobrinha, e dos jeitos dela. Acha que seu cunhado e irmã deviam insistir mais dela juntar-se ao Grupo Kane, pois ela tem jeito para o empreendedorismo. É talvez o único alias que apoia a religiosidade de Misty, mesmo não sendo tão religioso quanto ela. Indo com ela sempre que pode na Igreja de St. Mary, que tem na ilha. Em 2008, quando ela estava estudando na França, e ele foi fazer negócios em Roma, a chamou e juntos foram no Vaticano. Onde comprou e deu de presente à ela, um terço de opala branca benzido pelo papa Bento XVI.

Toda essa ligação religiosa também tem um motivo também religioso, Melville é padrinho de batizo de Misty.


Willa Kane - (1993) Mel demorou para aceitar os jeitos da mais nova dos Kane. Percebeu sozinho a estranha relação que a menina de 6 anos tinha com a filha de uma cozinheira, eram cheias de toques, excessos de abraços e beijos. Mesmo ambas meninas serem pequenas não achou saudável. Demitiu a cozinheira Allora Kawaa, que já estava na família 10 anos, a recomendando para um amigo que vivia em Adelaide.  No aniversário de 12 anos da menina, ela foi de terno, o que achou muito ousadia dela, o que resultou numa briga com Graham.  Atualmente, está mais acostumados, principalmente após ler sobre assunto e discussões que tem com um amigo psicologo.  



Katherine Kane - (1995) Sempre gostou desta sobrinha também. Achava ela bastante comportada, e nem parecia ser filha de quem são. Ficou com um ciúmes paterno quando percebeu que era Kate que melhor se dava com Rupert, invés de suas filhas, mas entendia, aquela menina era realmente uma graça. Quando Willa trouxe ela à um ano, ficou pasmo e surpreso de como a garota poderia mudar tanto. Depois quando ouviu a história dela começou entender e aceitar. Ainda acha que ela precisa de um psiquiatra sério, e já sugeriu dois para o irmão e Teresa. O que virou uma briga quando ele disse uma vez que seria bom manter ela ainda num hospital psiquiátrico mais um tempo ainda mesmo que o centro de habilitação já tenha livrado ela das drogas.





  • APARÊNCIA


É um homem atlético, magro, bem apessoado. Sempre de barba aparada, e faz clareamento dental cada três meses. Usa ternos italianos de alfaiates como Kiton e Ermenegildo Zegna, todos feitos sobre medida, além sapatos Testoni. E anda sempre com um relógio de pulso da Patek Philippe que ganhou do pai quando se formou na universidade. Raramente é visto sem esse vestuário, em poucos casos é visto com polos de um jeito mais esporte fino, mas sempre com roupas de marco.


  • PERSONALIDADE


Apesar de ser um homem refinado, de falas difícil, de sorriso discreto, é um homem simples. Gosta de ir no Big Coral tomar cerveja e comer amendoim. Vai nos jogos de rugby. Anda de moto nas estradas da ilha. Mas ao mesmo tempo, tem seus prazeres com luxo comprou uma cerveja Nail Brewing Antarctic que custava 1700 dolares australiano, de um lote só de 30 garrafas de uma ale feita de água de iceberg. Ou uma japonesa chamada Sapporo Space Barley, que as sementes da cevada foi cultivada na Estação Espacial Internacional.

Além desta paixão por cervejas excêntricas, o gosto pelo rugby fez com que dinheiro próprio particionasse o time Gold Coast Cyclones. Indo praticamente em todos os jogos à cinco anos. Foi mais ou menos nesta época também que tirou o brevê de piloto, e logo depois comprou o jato Dassault Falcon 7X, sendo ele mesmo o piloto em várias viagens que já fez pela Austrália, embora ainda não tomou coragem para cruzar o oceano.

Como pessoa é um homem quieto, que gosta de observar tudo antes de agir. Tem um olhar penetrante que sempre parece que está analisando ou julgando algo. Alguns diriam que ele é intimidador.

Não considera extremamente machista como o pai, acreditando que mulheres se lutarem podem se igualar aos homens (sim, é um pensamento machista mas é como ele vê).  Mas seu jeito controlador compulsivo fica mais evidente entre as mulheres, na qual, sempre quer ser o macho alfa da situação. Não é tão soberbo como o pai, e não maltrata funcionários, e como dito gosta de misturar entre o povo para ver um jogo de rugby no bar. Ou seja, não é tão esnobe e cheio dos preconceitos como Rupert, mas muita coisa ainda esta nele.

Deseja ver as filhas casadas com homens de posse, homens que irão agregar à família, e que deem netos homens, mas também acredita que elas tem que ser autossuficiente e lutarem pelo sobrenome Kane em suas novas e futuras famílias.

Mas é um homem problemático, workaholic não tem tempo para família tanto quanto desejava, mesmo assim é extremamente controlador e quer saber tudo que acontece com os Kane, as vezes, intrometendo até na educação de sobrinhos. Tanto que continuou bancando sua sobrinha que começou namorar uma outra mulher quando morava em Londres, pois apesar de achar que isso prejudicava o nome da família, ela era uma Kane é precisava ser cuidada.

Ama as três filhas acima de tudo, apesar de ser ausente e exigente com elas, espera que elas sejam tão excepcionais quanto ele foi e é.  Colocou elas na mesma escola que estudou, e as às fez aprender línguas, piano, hipismo, velejar, ou qualquer outra coisa que ache que iria ajudar no desenvolvimento delas.  Ao mesmo tempo, as mimou demais.  


Voltar ao Topo Ir em baixo
 
KANE, Melville
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» KANE, Melville
» Kane - Gangrel Urbano - independente
» KANE, Madison

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Muggle's Universe :: OFF :: Registros & Informações :: Registros :: Fichas :: Whitsunday Islands-
Ir para: