InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 COLBOURNE, Graham

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Graham Colbourne

avatar

Libra Búfalo
Idade : 56
Ocupação : COO do Grupo Kane
Player : Heibel
Mensagens : 770

MensagemAssunto: COLBOURNE, Graham   2/7/2015, 18:08

  • DADOS BÁSICOS

Player: Heibel

Nome completo: Graham Colbourne
Data de Nascimento: 22 de outubro de 1961
Local de Nascimento: Sydney, Austrália

Idiomas: Inglês e um pouco de francês e japonês
Sexualidade: Bissexual
Relacionamento: Casado com Tamra Kane

  • VIDA

Nasceu e cresceu em Sydney, filho de uma rica e influente família da região. Teve uma excelente educação estudando em boas escolas da cidade, e sempre aprendeu em casa que dinheiro era mais importante na vida, do que qualquer outra coisa.

Sua infância foi muito regrada. O pai o obrigava a fazer cursos diversos, estudar bastante, se vestir bem, se comportar, participar de eventos e "coisas de adulto". Sempre que o menino pensava em brincar ou se divertir, da forma que fosse, era castigado. Por isso, começou a nutrir um certo ódio de Charles ainda muito novo.

A mãe era alcoólatra e nunca deu muita atenção ao filho. Vivia viajando e, quando estava em Sydney, passava a maior parte do seu tempo em spas e salões de beleza.

Quando começou a entrar na adolescência, Graham percebeu que não tinha e nunca tivera amigos. Todos aqueles meninos que ele tinha que chamar de amigos eram filhos de outros figurões australianos, com quem ele não tinha intimidade alguma, mas precisava fingir que sim.

Com quatorze anos, num evento de caridade em Adelaide, ele conheceu Trevor Pegg, dois anos mais velho, filho de um político. Ambos estavam entediados e Pegg o convenceu a escapar da festa. Era a primeira vez que Graham fazia algo do tipo, então estava nervoso e excitado. Os dois se esconderam numa cabana perto do lago da propriedade onde o evento estava acontecendo, e Trevor o apresentou a um baseado. Mesmo com certo medo, Graham não queria passar por covarde na frente do outro, então aceitou fumar. Não lembra quanto tempo passaram ali, mas lembra de ficar absolutamente relaxado, como (talvez) nunca antes em sua vida. Trevor falava qualquer bobagem e Graham ria como se não houvesse amanhã. E foi assim, meio sem lembrar como, que beijou pela primeira vez e perdeu sua virgindade, tudo numa noite só. Quando o efeito passou, ele ficou confuso e desesperado com tudo que tinha feito, imaginando que o pai o mataria se descobrisse, então deixou Trevor dormindo na cabana e saiu correndo. Quando chegou no salão do evento, já tinham até chamado a polícia para procurar os meninos que tinham sumido. Levou uma surra colossal e ficou de castigo o resto das férias só por ter preocupado todo mundo e se comportado de forma errada, mas apesar disso, não se arrependeu.

Depois disso, ao voltar para a escola, passou a se interessar pelos rapazes, mas não fazia ideia de como demonstrar ou se aproximar de nenhum deles. Porém uma garota chamada Heather Noonam era doida por Graham e ele decidiu tentar. Eles ficaram várias vezes, transaram algumas, e então ele implorou que o pai o trocasse de colégio, pois não sabia como terminar com a menina. É claro que não falou que era por esse motivo, ou seria chamado de covarde ou qualquer outra coisa, mas acabou convencendo Charles sem muita demora.

Teve outros relacionamentos curtos com meninas até se formar no colegial e mais nenhum com meninos, mesmo que ainda se sentisse atraído por um ou outro no decorrer dos anos.

Então foi estudar na Universidade de Melbourne, onde conheceu Suzanne Tate. Ambos cursavam Administração e ele teve sua primeira e única grande paixão. A moça, entretanto, não nutria o mesmo sentimento por ele. Demorou dois anos para conseguir uma noite com ela, a qual Suzanne fez questão de repetir diversas vezes que tinha sido um erro.

Charles nem sonhava que o filho estava apaixonado por uma garota pobre, mas Graham estava muito disposto a largar tudo para ficar com ela, bastava Suzanne querer. Nunca aconteceu.

Depois de um tempo Graham pareceu desencanar. Conheceu outras mulheres, se envolveu com algumas delas e até chegou a namorar Debbie Armstrong por seis meses. Quando se formaram, perdeu completamente o contato com Tate.

Reencontrou Trevor num outro evento de caridade, dessa vez em Brisbane. Ele lembrava de Graham e eles acabaram a noite juntos num motel da cidade. Depois disso, nunca mais o encontrou.

Mais tarde conheceu Frank Bingham, um funcionário de uma das empresas de seu pai. Demorou algumas semanas, mas eles se envolveram e tiveram um romance às escondidas que durou cerca de oito meses. Charles descobriu o que estava acontecendo ao pegá-los aos beijos no escritório do filho na empresa. Ficou tão transtornado que até tentou bater em Graham, mas agora o filho já era adulto e mais forte do que ele, então o enfrentou e se defendeu. Foi convidado a se retirar dos negócios e da casa do pai pelo próprio Charles, e Frank foi demitido, é claro, desaparecendo em seguida, o que fez Graham imaginar que o pai tinha feito algo contra ele, mas algum tempo depois descobriu que ele só tinha ido trabalhar nos Estados Unidos, ficando mais aliviado.

Então, aos vinte e quatro anos, já tendo conseguido um outro trabalho numa das empresas do Grupo Kane - graças ao sobrenome Colbourne -, foi surpreendido ao chegar no prédio onde agora morava sozinho e se deparar com uma Suzanne aos prantos sentada na escada de entrada. Ao questioná-la, ela falou que precisava de um lugar para ficar, pois seu atual namorado queria matá-la. Assustado, ele a levou para seu apartamento, deixou-a tomar um banho e pediu algo para que comessem. Ela explicou a história direito, então, contando que o namorado e ela tiveram uma longa discussão que terminou nele dando um tapa no seu rosto. Era óbvio que ela tinha exagerado antes, mas era óbvio também que o namorado era um idiota. E ele não podia deixá-la perto de um idiota agressivo. Pediu que ela passasse a noite ali e ela concordou. Era uma sexta feira. No sábado, Graham foi surpreendido novamente pela mulher. Enquanto conversavam, ela o beijou e as coisas esquentaram rapidamente. Passaram o resto do dia e o domingo inteiro juntos na cama. E na segunda, ao acordar, Graham se deparou com um bilhete agradecendo e dizendo que ela estava voltando para a casa do namorado. Ficou furioso, é claro, mas não havia nada que pudesse fazer. Seguiu a vida.

Quase quatro meses depois Suzanne reapareceu dizendo estar grávida. Num primeiro momento Graham surtou e a mandou embora, absurdamente frustrado e rancoroso, mas depois foi procurá-la. Conversaram e resolveram as coisas.

Charles ficou revoltado ao saber que o filho irresponsável tinha engravidado alguém, mas como a relação deles já era quase inexistente, ele não tinha muito no que opinar.

Quando os gêmeos nasceram, Graham queria levá-los para morar com ele, mas Suzanne não deixou. Os meninos foram criados por ela, com a ajuda de duas irmãs, Sabine e Sharon. O pai os visitava sempre, levava-os para sua casa para que passassem o final de semana com ele, pagava pensão e uma mesada boa para que tivessem uma vida tranquila.

Em 1987, Rupert Kane o convidou para uma "reunião de negócios" na Ilha Hayman. Apesar de não saber bem o que aquilo significava, não foi preciso pedir duas vezes para que aceitasse, vendo ali uma ótima oportunidade de se aproximar do dono do Grupo Kane e, quem sabe, conseguir um cargo melhor na empresa ou no próprio Grupo, sempre ambicioso.

Ao chegar lá, ficou admirado ao ser levado para jantar com a família num ambiente muito pessoal e íntimo. Foi apresentado à filha dele, Tamra, e logo entendeu a intenção do patriarca dos Kane. Apesar de achá-la linda, não sentiu nada demais por ela. Conversaram bastante, foi agradável, mas nada ultra forte.

Voltou para Sydney, mas não ia deixar a oportunidade passar. Se Rupert, dentre todos os homens que conhecia, tinha decidido casar sua filha com ele, era claro que Graham aceitaria de bom grado. Pela primeira vez na vida ficou grato pelo sobrenome que carregava.

Passou a viajar para Hayman pelo menos uma vez por mês para encontrar a garota, e a verdade é que cada vez mais seu carinho por Tamra aumentava, verdadeiramente. No final daquele ano descobriu o motivo para que Rupert quisesse casá-la logo: Tamra era homossexual. Era perfeito. Ele contou a ela que sabia sobre sua sexualidade e revelou sobre a dele. Eles conversaram sobre aquilo e Graham disse que ela não precisaria ser fiel a ele, que ele até poderia acobertá-la, caso quisesse. Tudo que precisavam fazer era casar e ambos poderiam ser livres.

Começaram a se envolver romanticamente no final de 1987, ainda que fosse algo bem de fachada, e no meio do ano seguinte, casaram. Isso foi o bastante para Charles voltar a amar o filho, mas Graham não queria muito contato com ele.

Graham, como previsto, tornou-se COO (diretor de operações) do Grupo Kane um ano depois, e por mais que puxasse o saco do sogro sem discrição alguma, não conseguia tirar do filho mais velho dele, Melville, a preferência e liderança dentro do Grupo.

Em 1990 decidiu com Tamra que era a hora de terem filhos. Na cabeça de Graham, se tivesse um filho homem, um neto homem para oferecer a Rupert, talvez isso contasse pontos a seu favor, já que Melville tinha duas meninas até o momento. Foi tudo algo bem planejado e executado, mas quando a notícia de que era uma menina veio, Graham ficou bem frustrado. Misty nasceu em fevereiro de 1991 e, apesar dos pesares, o pai a amou desde o primeiro instante.

Charles morreu um mês antes da bebê nascer. Apesar de abalado, na verdade Graham estava mais aliviado do que triste e não sofreu muito. E na hora de registrar sua filha, decidiu não dar seu sobrenome a ela, então ficou Misty Kane, apenas.

Quase dois anos depois fizeram uma nova tentativa, mas outra menina estava a caminho agora. Willa nasceu em junho de 1993, e ele e a esposa concordaram em não ter mais filhos.

Durante os anos que se seguiram Graham morou na Hayman Island, numa mansão na Fazenda Kane, com Tamra e as filhas. Teve alguns casos com outros homens, mas não foram muitos e sempre tomava um cuidado extremo para que não fosse ninguém da ilha também. Sempre arranjava seus casos durante viagens de negócios.

Continuava visitando os filhos Anton e Arthur quando dava, ou recebendo-os em sua casa nas férias, mas nunca foi um pai presente nem mesmo na vida de Misty e Willa, quem dirá dos meninos que nem moravam com ele.

Quando sua caçula entrou na pré-adolescência, cismou que era genderfluid e isso abalou os alicerces dos Kane. Willa sempre foi problemática, mas Graham deixava que Tamra lidasse com ela. Preocupava-se, é claro, mas considerava que era trabalho da mãe cuidar das filhas. Ele já pagava por todos os tratamentos psicológicos que a menina enfrentava e achava que era o bastante.

Mesmo entendendo a filha em parte por ter seus próprios desejos homossexuais, não conseguia apoiá-la por achar que ela fazia para aparecer, já que nem ele, nem Tamra - que não eram heterossexuais - tinham aquela necessidade de "ser o que não eram". Para ele, não existia essa coisa de nascer mulher e se sentir homem, então era óbvio que ela queria chamar a atenção. Chegou a  conversar com a filha, dizendo a ela que não havia problema algum em se sentir atraída por outras mulheres, contanto que ela fizesse aquilo em segredo.

Morreu de medo de que Rupert o culpasse pelo jeito da filha, então acabava entrando em conflito com ela todo o tempo. Foram anos tensos, mas conforme Willa crescia, foi também deixando aquela ideia absurda de ser menino de lado, então as coisas foram melhorando. Ou pelo menos ele achou isso durante um tempo, até que ela começou a se envolver com pessoas com quem não devia.

Rupert e Melville viviam se metendo da educação das filhas dele e Graham detestava aquilo, mas não ficaria contra o sogro, não era maluco.

Madison, uma das filhas de Melville, começou a dar em cima de Graham quando tinha cerca de dezesseis anos. A menina tinha crescido e se tornado muito bonita, e ele sentia um imenso desejo por ela, mas reprimia e tentava evitar que qualquer coisa acontecesse... até o dia em que Mel falou que Willa não se dava ao respeito e merecia uma educação melhor do que aquela que os pais deram para ela. Aquilo deixou Graham furioso. Ele procurou por Maddie, a levou até a adega da casa de Melville e, sabendo o que ela faria, apenas deixou que acontecesse. Transou com ela como uma forma de vingança contra o cunhado, mas depois se arrependeu e ficou se sentindo culpado por ela ser tão jovem. Madison, entretanto, não pareceu nem um pouco abalada, procurando-o ainda mais depois disso. Ele voltou a ficar com ela diversas vezes, escondido, agora por querer e não mais por vingança (apesar de sentir um prazer especial quando lembra que está transando com a filha do cara que se acha melhor pai do que ele, sendo tão ou mais bosta do que Graham nesse quesito).

Em 2011, Anton e Arthur estavam de férias na Nova Zelândia quando um acidente aconteceu, matando Arthur. Foi um choque absurdo para Graham. Depois disso, ele pareceu se interessar mais pela vido dos filhos, principalmente Anton, que não morava com ele.

Willa mudou para Londres para estudar e o pai achou excelente, mas então ela apareceu com uma namorada mulher e aquilo deixou Rupert louco de raiva, pedindo que Graham tomasse alguma atitude sensata. Então ele cortou a mesada da filha, esperando que aquilo a fizesse desistir e voltar para Hayman, mas desconfiou que alguém continuava bancando a menina por ela não ter voltado. Acompanhava a menina de longe, chegando até a botar seguranças a paisana para segui-la, para garantir que tudo estava bem com ela. Depois de um tempo Willa terminou o relacionamento e Graham já não se sentia mais pressionado pelo sogro a "castigá-la", então a aceitou de volta.

  • FAMÍLIA E RELACIONAMENTOS

Pai: Charles Colbourne (1935-1991)
Mãe: Norma (Bartram) Colbourne (1939)

Esposa: Tamra Kane (1969)
Filha: Misty Kane (1991)
Filha: Willa Kane (1993)

Filho: Anton Colbourne (1986)
Filho: Arthur Colbourne (1986-2011)

Sogro: Sir Rupert Timm Kane (1925)
Sogra: Lucasta (Marston) Kane (1943)

Cunhado: Melville Kane (1968)
Cunhada: Katrina le Walleis Kane (1969)
Sobrinha: Madison Kane (1989)
Sobrinha: Madonna Kane (1989)
Sobrinha: Marcella Kane (1991)

Cunhado: Iwan Kane (1970)
Cunhada: Teresa (Castañeda) Kane (1972)
Sobrinha: Katherine Kane (1995)

Charles nasceu numa família rica e influente de Sydney. Conheceu Norma através de contatos do pai e eles se encontraram pela primeira vez já com a intenção de assumirem um relacionamento. Casaram meses mais tarde, mas nunca houve amor no casamento, era inteiramente sobre interesses políticos e financeiros.

Menos de um ano depois o único filho deles nasceu, Graham, mas isso não pareceu mudar nada para eles.

Graham teve filhos gêmeos em 1986 com Suzanne Tate, uma ex-paixão dos tempos da faculdade. Os meninos viveram com a mãe a vida toda, mas visitavam o pai frequentemente e ganhavam pensão e mesadas que garantiam uma vida tranquila.

Casou em 1988 com Tamra Kane e não fez a menor questão que ela usasse seu sobrenome, nem exigiu que as filhas fossem registradas com o Colbourne do pai. O casamento é mais de fachada, mas ele pode garantir que aprendeu a amar Tamra através dos anos. Não é uma paixão louca e avassaladora, mas seu carinho por ela é enorme.

Tem um bom relacionamento com Misty, ainda que seja distante. É sua filha perfeitinha, aquela que sair correta, e morre de orgulho de dizer para qualquer um o quão bondosa e perfeita ela é.

Com Willa as coisas são um pouco mais complicadas, mas depois de anos de tensão, ele começou a se esforçar um pouco para que eles não entrem em conflitos e aceita melhor a vida que a filha leva.

Em 2011 Arthur morreu esquiando na Nova Zelândia. Mesmo sem ter criado os meninos, Graham ficou devastado na época.

  • APARÊNCIA

Graham tem um rosto estreito, com lábios bem finos e olhos azuis. Seu cabelo é castanho claro, curto e liso, e a pele branca. Já tem linhas de expressão no rosto e alguns fios grisalhos por causa da idade, mas nada muito gritante. Mesmo assim, pinta o cabelo para escondê-los.

Nunca teve o corpo musculoso, sempre foi bem magrelo. Tem 1.79m de altura e cerca de 80kg.

Para o trabalho (que ocupa boa parte do seu tempo) veste-se de forma elegante, com ternos e camisas de marca, sapatos sociais e gravatas. Quando não está trabalhando, usa roupas mais despojadas, como jeans e jaqueta de couro. Não é muito vaidoso, só gosta de estar apresentável nos momentos que precisa.

  • PERSONALIDADE

É ambicioso. Não vê o menor problema em ser o maior puxa saco de Rupert para conseguir o que deseja.

Nunca foi um pai presente, vivia trabalhando e viajando a negócios, mas nunca negava dinheiro ou qualquer pedido dos filhos. Perder Arthur fez com que ele mudasse um pouco, se preocupando mais com os filhos, correndo atrás de saber deles e até pedindo para passar algum tempo juntos.


died last night in my dreams, walking the streets of some old ghost town

walked into the flames, called out your name but there was no answer


Última edição por Graham Colbourne em 6/9/2016, 18:34, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.mugglesuniverse.org/t668-colbourne-graham
Graham Colbourne

avatar

Libra Búfalo
Idade : 56
Ocupação : COO do Grupo Kane
Player : Heibel
Mensagens : 770

MensagemAssunto: Re: COLBOURNE, Graham   2/7/2015, 18:16

2015

02 de julho - Hayman Island - Garagem e Salão de Festas (com Madison)
07 de julho - Hayman Island - Mansão T - Sala de Estar (com Tamra)
08 de julho - Hayman Island - Alfresco (com Madison)
11 de julho - Hayman Island - Mansão T - Terraço (com Misty)
12 de julho - Hayman Island - Mansão T - Saleta e Cozinha (com Willa)
14 de julho - Austrália - Sydney - The Darling Hotel (com Madison)
20 de julho - Hayman Island - Liberty e Titan Bay (com Madison)
24 de julho - Hayman Island - Mansão M - Jantar (com família Kane); Piscina (com Madison) e Quarto de Tamra e Graham (com Tamra)
16 de agosto - Hayman Island - Píer (com Teresa)
23 de agosto - Hayman Island - Haras (com Madison)
25 de agosto - Hayman Island - One & Only e Mansão T - Quarto de Tamra e Graham (com Tamra)
28 de agosto - Hayman Island - Mansão T - Escritório Tamra (com Tamra)
01 de setembro - Hayman Island - Mad (com Madison)
09 de setembro - Hayman Island - Liberty e Titan Bay (com Madison)
23 de setembro - Hayman Island - Mansão T - Sala Familiar (com Tamra)
12 de outubro - Hayman Island - Casa de Hóspedes (com Madison)
21 de outubro - Austrália - Sydney - The Darling Hotel (com Madison)
22 de outubro - Austrália - Sydney - The Darling Hotel (com Madison)
31 de outubro - Hayman Island - Mansão dos Patriarcas - Varanda (com Madison e Anton) e Quarto D (com Madison)
11 de novembro - Hayman Island - Piscina (com Madison)
29 de novembro - Hayman Island - Mansão T - Área Externa (com Tamra, Willa e Misty)
11 de dezembro - Hayman Island - Mansão T - Escritório do Graham (com Madison)

2016

09 de janeiro - Londres - Varanda Sul; Gilgamesh, Cozinha e Quarto da Madison (com Madison)
26 de janeiro - Hayman Island - Jardim de Baixo (com Tamra)
12 de fevereiro - Hayman Island - Píer e Casa de Hóspedes (com Madison)
21 de março - Hayman Island - Mansão T - Bar e Sala de Estar (com Madison)
08 de maio - Hayman Island - Jardim de Baixo (com Madison)
02 de setembro - Hayman Island - Piscina e Casa de Hóspedes (com Madison)
11 de setembro - Hayman Island - Pista de Pouso Particular (com Tamra)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.mugglesuniverse.org/t668-colbourne-graham
 
COLBOURNE, Graham
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» COLBOURNE, Graham
» David William Graham

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Muggle's Universe :: OFF :: Registros & Informações :: Registros :: Fichas :: Whitsunday Islands-
Ir para: