InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 KANE, MISTY

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Misty Kane

avatar

Aquário Cavalo
Idade : 26
Ocupação : Gestora de Inovação e Empreendedora
Localização : Hayman Island, Queensland
Player : Buba
Mensagens : 164

MensagemAssunto: KANE, MISTY   12/7/2015, 02:26


  • DADOS BÁSICOS

Player: Buba

Nome completo: Misty Kane
Apelido: Miss
Data de Nascimento: 4 de fevereiro de 1991
Local de Nascimento: Hayman Island, Queensland - Austrália

Idiomas: Inglês, espanhol, francês e alemão
Sexualidade: Bissexual
Relacionamento: Solteira


  • VIDA

É a primeira filha do casal Kane.

É mimada como todos os Kane, mas sempre se encaixou nos quesitos de boa filha. Estudou na escola mista Columba Catholic College, em Charters Towers, assim como os tios, primas e os pais. Era um colégio interno, e ela se dava bem. Tirava notas espetaculares e nunca entrava em problemas. Deve ter matado aula um ou duas vezes se alguma prima a convenceu, mas sempre se sentia mega culpada depois. Sentava sempre na primeira carteira ou então junto da prima Marcie. Lá aprendeu a falar francês e alemão, mesmo que o último não seja perfeito. O francês aprendeu perfeitamente porque conversava muito com seu professor e sempre estudava fora das aulas. Seu sonho é morar em Paris.

É bastante religosa, sempre participava das atividades da escola que envolvessem a igreja, como coral. Conforme viu que era a única na família a querer ir na missa todo domingo mesmo nas férias foi se decepcionando um pouco. Mas logo passou, aprendeu que nem todos deviam ter os mesmos gostos que ela. De toda forma, nunca foi extremista. Lê partes da Bíblia de vez em quando, procura sempre ir às missas e reza toda noite, mas não é chata. Outra coisa que amava fazer na escola era natação e tennis. Chegou a pensar em ser jogadora profissional, mas uma lesão em competição acabou com esta possibilidade. Descobriu na verdade que tinha um problema no joelho desde bebê e nunca poderia fazer nada extremo, ou poderia se machucar seriamente. Então a natação continuou por recomendação médica, a ajudaria sempre a manter a força corporal, além de melhorar sua postura e respiração. Agora... algo simples que nunca foi capaz de fazer foi andar de bicicleta. Ninguéma  ensinou de pequena, muito menos na escola. E todas as vezes que tentou caiu e se machucou. Na escola aprendeu muito sobre a natureza, com os programas rurais e de veterinária. A partir do seu último ano estava decidido: era vegetariana. Com isso sim teve de ser chata, pois com sua família era extremamente difícil. Tentou convencer a irmã a não se deixar abater por eles, mas como a religião achava que só ela levava o que queria até o fim. Segue sendo assim até hoje, mesmo enfrentando dificuldades, o que é contraditório para uma família cheia do dinheiro que pode comprar o que quiser sempre que quiser.



Parte da sua vida acadêmica ficou na escola quase o ano todo. No primeiro ano usava o jatinho da família quase todo fim de semana, pois sentia muita falta de casa. Mas depois que se adaptou bem, fez mais amigos e podia considerar a escola sua segunda casa passou a ir apenas em feriados mais importantes, férias e ocasionalmente em alguns fins de semana. Sempre gostou muito do mar, peixinho d'água. Inclusive aprendeu a surfar, mas nada demais, não consegue fazer super manobras.

Quando terminou a escola foi passar seis meses estudando francês em Paris. Até pensou em ficar, seus pais a apoiaram e ela se arrepende até hoje de perder a oportunidade por puro receio de não se adaptar ao idioma, mesmo sendo fluente. Achava que não era suficiente para uma universidade. Enfim, voltou e foi estudar na Melbourne Business School (The University of Melbourne). Estudava full-time e foi a melhor época de sua vida, diz.

Aprendeu muito sobre idependência, muito que nem sabia ser possível. Continuava estudiosa e muito religiosa, mas acabou se soltando mais, sendo mais divertida e aberta. Pela primeira vez teve um namorado. Não deram muito certo e ela então beijou a primeira menina. Se apaixonou por ela, mas esta teve de sair da universidade por ter sido pega com um professor. Foi doloroso, mas superou rápido. Nunca mais namorou ninguém, mas fica com algumas pessoas ocasionalmente. Escondeu esse caso com a menina de todos e mesmo que sinta atração por ambos sexos jamais o admitiria a ninguém, nem mesmo a irmã. É como se estivesse em negação eterna, pela religião e por saber a posição da família.

É gestora de inovação e depois que se formou voltou para casa. Sente um pouco como a vez que não ficou em Paris, pois amava Melbourne. Sempre volta para visitar ou para um curso ou outro, mas por enquanto mora com a família. Pensa em continuar os estudos, mas acima de tudo quer criar seus próprios negócios. Negou qualquer chance de trabalhar nas empresas da família. Mas pediu ela mesma se fosse possível ser uma espécie de observadora. Os pais relutaram um pouco, mas gostando do espírito ambicioso da filha a apoiaram. Obviamente que vez ou outra ainda tentam a convencer a participar com a família. E ela poderia criar algo relacionado, mas quer criar algo 100% seu. Aproveita para aprender sobre negócios com a família, mas não tem concordado muito com bastante coisa. Acha que eles deviam ser muito mais sustentáveis e já teve curtas brigas com o pai sobre isso. No fim, para evitar discussões com seu adorado pai, apenas soltava algo como "você tem razão, daddy. me desculpe, eu estava sendo boba", mas dentro de si sabia que não era verdade e iria continuar a tentar construir uma carreira mais sustentável dentro da inovação. É apaixonada por tecnologias e quando está em casa vive inventando coisas doidas. Está com seus planos, mas não mostra a ninguém.

Extremamente apaixonada por animais também doa parte da sua gorda mesada a instituições protetoras sérias e futuramente quer financiar projetos. E hoje em dia como trabalha o faz e nem esconde. Gosta de ajudar instituições para crianças e idosos também. Muitos funcionários da família a chamam de menina de ouro. "Aquela menina tem um coração de ouro", pois sempre que visita algum lugar acaba se mesclando com eles. Como fazia a irmã quando fez amizade com a filha da cozinheira. O pai chamava sua atenção e ela corria até ele, mas não resistia. Uma vez viu uma moça chorando no banheiro e depois de conversar com ela e descobrir que tinham descontado algo que quebrou do seu salário deu parte do seu dinheiro. O pai descobriu e ficou furioso, demitindo a mulher. Misty a procurou por muitos meses, mas nunca mais a achou. Foi a partir daí que teve plena consciência de que os negócios da família não eram um mundo que ela pretendia criar.

Apesar de tudo é estratégica, agora. Quando quer algo que a família não concorda ela se cala, finge que aceita e tenta trilhar ou mostrar outro caminho. Tem espírito forte.


  • FAMÍLIA E RELACIONAMENTOS

Pai: Graham Colbourne |  Mãe: Tamra Kane (1969)
Avô Paterno: Charles Colbourne (1935-1991) | Avó Paterna: Norma (Bartram) Colbourne (1939)
Avô Materno: Sir Rupert Timm Kane (1925) | Avó Materna: Lucasta (Marston) Kane (1943)
Irmã: Willa Kane (1993) | Meio-Irmão I: Anton Colbourne (1986) | Meio-Irmão II: Arthur Colbourne (1986-2011)

Tio Materno: Melville Kane (1968) | Tia Materna: Katrina Kane (xxxx)
Prima: Madison Kane (1989) | Prima: Madonna Kane (1989) | Prima: Marcella Kane (1991)

Se dá bem com todos. Ama a família e se os vê brigando sai de perto ou defende quem acha que está certo. Sentiu muita falta da irmã quando ela se mudou, mas sempre procurava saber como estava. E quando via os pais chateados com ela pedia ao tio que falasse com eles e reconsiderasse, pois sabia que as vezes adultos se entendiam melhor. Ou achava que sim.

Ama os pais de paixão. Desde pequena queria sempre estar abraçada com eles, sentar no colo do pai no escritório ou brincar de escritório ali num cantinho... pegava roupas da mãe e vestia, indo mostrar e enfim, sempre busca um jeito de estar perto. E do pai também, até ficar chateada com a ausência dele. Passou uma fase de sua infância praticamente ignorando o pai, mas não durou nem duas viagens dele, pois sentia saudade. Sempre mostrava suas notas, ou enviava cartas (ela gostava de enviar cartas, apesar da tecnologia) e enfim, queria orgulhar os pais ao máximo. Nunca para atingir a irmã, era algo entre eles e ela mesmo.

Aliás, amou descobrir que tinha dois meio irmãos, gêmeos. Sempre se deu bem com eles, queria grudar, brincar. As vezes abraçava demais Arthur e ele a afastava, chamando-a de chata. Ela obviamente ia chorando pro pai, até aprender a não ser chiclete com as pessoas.

Gostava tanto de ter irmãos que em certos momentos quando via Willa sempre grudada com a filha da cozinheira começou a sentir ciúmes. Gostava tanto dela (de Willa), mas não estava com ela nunca. E fez algo que se arrepende sempre. Foi ela a primeira a contar ao pai sobre isto. Pediu a ele que nunca contasse nada, pois quando percebeu em um momento o quanto a irmã gostava dela de verdade e também se sentia sozinha se sentiu muito culpada. O pai a partir de então foi tentando separar as duas até o seu ato final. Misty ficou umas semanas sem conseguir dormir em paz, mas logo passou e espera que a irmã nunca descubra.


  • APARÊNCIA

É naturalmente loira, mas gosta de ficar morena as vezes. Tem dentes perfeitinhos, rosto redondinho e olhos grandes. Seu sorriso é encantador. Tem 1,70 cm e um corpo bem normal. Naturalmente é bem branca, mas tem um tom mais dourado típico da Austrália. Volta a ficar bem branca quando está estudando muito ou sem praia perto, o que é difícil.



  • PERSONALIDADE

Geralmente é calma e bem na sua. Tem personalidade forte e decidida, mas não de maneira que enfrente. É do tipo que mostra o que quer ou acredita no exemplo. Nunca teve problema em fazer amigos. Claro, aprendeu a identificar quem gostava dela apenas pelo seu sobrenome e poder, e os que a conheciam como Misty em si. Teve poucos amigos de verdade. Uma delas, Jessica, é sua melhor amiga até hoje. Dizem até que parecem irmãs de tão unidas.

Adora pintar e é seu momento de refúgio. Não é das melhores, mas ela gosta, então pinta. Adora decorar também e de se vestir bem. Ama o jeito que sua irmã se veste, mas acha que não combina consigo. As vezes veste algo dela escondido, se olha no espelho e faz poses, se achando incrível. Mas tira tudo antes de ser vista, tímida. De fato é muito tímida, você precisa a puxar pela mão se quiser fazer doideiras

Seu ponto fraco é falar em público. Consegue falar bem quando acostuma ao público, mas detesta. No entanto, adora fotografia. Quando as irmãs ou mesmo amigos na faculdade querem que ela seja modelo é a primeira a topar, ou era quando estava na faculdade.



Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.mugglesuniverse.org/t729-kane-misty#2453
 
KANE, MISTY
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Gym Battle] VS. Misty #07
» Kane - Gangrel Urbano - independente
» Lista de Heróis Marvel Disponíveis
» Eu pegaria essa misty,e voce ?
» Dimitri Rustenrov - 1º Caçada pokemon

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Muggle's Universe :: OFF :: Registros & Informações :: Registros :: Fichas :: Whitsunday Islands-
Ir para: